Notícias

Setembro Amarelo - Mês de prevenção ao suicídio


Em 2015 foi instituído, pelo Centro de Valorização da Vida, o setembro amarelo. Uma campanha que tem como objetivo principal incorporar o diálogo sobre as causas e prevenções do suicídio. O mês escolhido é setembro, pois é o mesmo mês do Dia Mundial para Prevenção do Suicídio, realizado no dia 10 de setembro.

De acordo com o primeiro boletim epidemiológico sobre suicídio, divulgado em 2017 pelo Ministério da Saúde, 62.804 pessoas tiraram suas próprias vidas no país, 79% delas são homens e 21% são mulheres. O estudo faz uma análise dos casos ocorridos no período de 2011 à 2016.

O estudo também mostra que, no Brasil, os idosos, de 70 anos ou mais, apresentaram as maiores taxas, com 8,9 suicídios para cada 100 mil habitantes, mas, segundo Fátima, em números absolutos, a população idosa vem aumentando. Além disso, eles sofrem mais com doenças crônicas, depressão e abandono familiar.

FATORES DE RISCO

Entre os fatores de risco para o suicídio estão:

·        Transtornos mentais, como depressão, alcoolismo, esquizofrenia; questões sociodemográficas, como isolamento social;

·        Psicológicas, como perdas recentes;

·        Condições incapacitantes, como lesões desfigurantes, dor crônica e neoplasias malignas.

No entanto, o Ministério da Saúde ressalta que tais aspectos não podem ser considerados de forma isolada e cada caso deve ser tratado de forma individual.

COMO AJUDAR?

Caso você perceba sinais de alerta de suicídio ou alguém próximo entre em contato para pedir ajuda, existem algumas atitudes que podem ajudar.

ESCUTE: Escute o que a pessoa tem para falar e deixe-a saber que você está lá para ouvir e apoiar;

INCENTIVE-A A BUSCAR AJUDA PROFISSIONAL: Ofereça-se para acompanhar a pessoa em uma consulta e indique um profissional qualificado.

MANTENHA O CONTATO: Mantenha o contato e ofereça todo apoio possível. As amizades são muito importantes para ajudar a pessoa a superar os pensamentos suicidas.

EM CASO DE CRISES: Se você acha que a pessoa está em perigo de se machucar no momento, entre em contato com profissionais de emergência e busque atendimento.

COMO PEDIR AJUDA?

É importante que a pessoa com pensamentos suicidas, peça ajuda para alguém próximo. Expor a situação e ter alguém para conversar é um fator crucial de prevenção.

O Centro de Valorização da Vida disponibiliza um canal de comunicação para a prevenção ao suicídio. Para buscar ajuda, basta ligar para o 141 ou 188. O atendimento é anônimo e realizado por voluntários que guardam sigilo. Também é possível acessar o chat online, enviar um e-mail ou ir a um dos postos de atendimento físico.

Fonte:

agenciabrasil.ebc.com.br

minutosaudavel.com.br

cvv.org.br